Expodireto Cotrijal encerra com recorde de público e mais de R$ 7,9 bilhões em negócios
AGRONEGÓCIO
719

Expodireto Cotrijal encerra com recorde de público e mais de R$ 7,9 bilhões em negócios

A próxima edição acontece de 10 a 14 março de 2025

09/03/2024 06:23
Compartilhar
        


A 24ª edição da Expodireto Cotrijal terminou nesta sexta-feira (8) com recorde de público e mais de R$ 7,9 bilhões em negócios, um acréscimo de 12,48% na comparação com a edição passada. Em cinco dias de feira, 377,6 mil pessoas passaram pelo parque em Não-Me-Toque, no norte do RS.

O crescimento no público tem a ver com a visita do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) na terça-feira (5), relacionou o presidente da feira, Nei César Manica. Naquele dia, a Expodireto bateu o recorde de público em um único dia, com mais de 135,5 mil pessoas no parque.

Houve aumento de vendas no Pavilhão da Agricultura Familiar: os estandes venderam R$ 3 milhões em produtos, 16,46% a mais que na feira passada, que terminou com R$ 2,5 milhões. No último dia de feira, o faturamento foi de mais de R$ 685 mil em produtos coloniais, orgânicos, artesanais e de floricultura.

Nesta edição, 192 expositores levaram seus empreendimentos ao local, sendo a maioria de agroindústrias, com 163 participantes. O número foi menor que do ano passado, que contabilizou 230 expositores.

No Pavilhão Internacional, foram R$ 226,6 milhões em negócios, 97% a mais que no ano passado. O que puxou os números foi a negociação de um grupo chinês, que comprou R$ 120 milhões na cadeia de açúcar com um empresários de Tocantins.

Em coletiva de imprensa, Manica classificou a edição como um sucesso de público e de negócios, mesmo com a soja menos valorizada.

"Nesse ano, o RS felizmente vai ter uma safra muito boa de soja, o tempo tem nos brindado. Mesmo com preços achatados, tem produtores capitalizados, instituições com linhas de credito, apesar dos juros acima do que achamos razoável. Inclusive, tivemos reunião com o ministro (Carlos) Fávaro (Agricultura), em que tratamos sobre novos recursos para o setor", afirmou.

O presidente também destacou a importância da segmentação da feira, que é uma das únicas dedicadas exclusivamente ao agronegócio no Brasil e América Latina.

"Isso é o mais importante. Não podemos perder o foco da tecnologia e da inovação. Todos os anos que se queira realizar atividades que não seja ligada ao agronegócio, nós não permitimos. Não podemos perder a essência e a credibilidade", ressalta o presidente.

Novidades para 2025

A direção da Cotrijal, apresentou nesta edição o projeto de ampliação do parque onde acontece a feira. A intenção é aumentar em 60% a área de máquinas e equipamentos. Para isso, no entanto, será necessária a realocação do trecho da RS 142 que hoje passa em frente ao parque.

Desde a primeira edição, em 2000, a área de exposição do Parque da Expodireto quadruplicou. No primeiro ano, o parque tinha 32 hectares e atendeu 114 expositores. Desde 2023, são 131 hectares, que recebem mais de 570 expositores. Em 2024, foi estruturado um novo estacionamento, para 2 mil vagas de carros e motos, ampliando as vagas para 11 mil. Ainda assim, a feira teve 14 expositores a menos que em 2023.

"Temos muitos pedidos dos expositores para o aumento de espaço, com isso priorizamos dar preferência para essas empresas. O projeto de aumento do parque é bastante desafiador e dependemos do governo do Estado. Vamos trabalhar para tentar ampliar o parque para a próxima edição", pontua Manica.

Em 2025, a Expodireto Cotrijal acontece de 10 a 14 de março.

Fonte: GZH Passo Fundo




Notícias Relacionadas