Moradores registram queda de granizo em Esmeralda
CLIMA
1.7K

Moradores registram queda de granizo em Esmeralda

09/11/2022 07:50
Compartilhar
        


Moradores de Esmeralda, cidade da Serra do RS, a 40 km da divisa com Santa Catarina, foram surpreendidos na tarde desta terça-feira (8) por uma queda de granizo. O fenômeno não é incomum na cidade, mas normalmente acontece em menor quantidade e em épocas mais frias do ano.

De acordo com Josélia Pegorim, da Climatempo, o episódio pode ser explicado pela queda da pressão atmosférica no mar entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina. A circulação de ventos dessa área impulsiona o ar úmido para níveis mais elevados atmosfera.

"O granizo vem das nuvens cumulonimbus que atingem grande extensões verticais, e uma parte dessas nuvens está numa temperatura abaixo de 0°C e, por isso, formam gelo", diz.

O fenômeno foi registrado por Andrey Fonseca, auxiliar operacional de uma empresa agrícola, durante o seu intervalo de almoço. Ele conta que a precipitação aconteceu em uma região periférica, onde fica a empresa em que ele trabalha, e não atingiu o centro da cidade de cerca de 3 mil habitantes. O fato chamou a atenção de colegas, que se divertiram com a situação:

"Nesta época, eu nunca tinha visto. Às vezes acontece, mas por menos tempo. Desta vez, pegou uma faixa de uns 3 km e durou uns 30 minutos. Até agora [final da tarde] não derretou. Uns colegas tentaram fazer até um boneco de neve, mas o máximo que saiu foi uma pilha, um montinho", brinca Andrey.

Segundo a meteorologista, a região ainda pode receber pancadas de chuva na quarta-feira (9), principalmente entre a madrugada e a manhã. A área de baixa pressão atmosférica começa a se afastar do estado, mas ainda forma nuvens carregadas na faixa leste do estado.

Frio em novembro

Depois de um final de outubro com temperaturas altas em todo o RS, superando os 30ºC, o início de novembro foi de frio intenso em todo o estado, inclusive com temperaturas negativas. De acordo com a meteorologista Cátia Valente explica que o fenômeno La Niña contribui com essa condição de "virada no tempo". A frente fria trouxe ao estado uma massa de ar polar.

.

fonte:

G1/RS




Notícias Relacionadas