Aos 114 anos, morre a mulher mais velha de Caxias do Sul
GENTE
402

Aos 114 anos, morre a mulher mais velha de Caxias do Sul

14/04/2024 07:00
Compartilhar
        


Morreu na manhã deste sábado (13) a mulher mais velha de Caxias do Sul. Albertina Alves de Albuquerque, 114 anos, foi acometida por uma insuficiência renal aguda. O comunicado foi feito pelo Recanto da Compaixão Frei Salvador, onde ela residia desde o dia 1º.

Em nota, o espaço informou que a idosa manifestou que não se sentia bem no dia 6. No dia 9 ela deu entrada no Hospital Geral para cuidados, falecendo neste sábado. O velório ocorre a partir das 16h, nas Capelas São Francisco, sala B. O sepultamento será realizado no domingo (14), no Cemitério Parque. Ela deixa três filhos, dez netos e cinco bisnetos.

Natural de Bom Jesus, Albertina nasceu em 9 de novembro de 1909 e chegou em Caxias do Sul em 1974 ao lado do marido, já falecido, Ramon Antônio do Nascimento, com quem viveu por quase 30 anos. Desde cedo, trabalhou com agricultura e outras atividades rurais, incluindo corte de árvores e carregamento de lenha. Em Caxias, viveu por muitos anos no bairro Serrano, onde era costureira e produzia colchas de retalhos e travesseiros de fibra, doados para famílias em vulnerabilidade social.

Em novembro de 2023, aos 113 anos, recebeu o título de cidadã caxiense da Câmara de Vereadores, em reconhecimento pelo papel comunitário e pelo fato de ser a cidadã mais longeva de Caxias do Sul. Acompanhando o cerimonial em uma maca hospitalar, Albertina falou ao microfone agradecendo pela homenagem.

Albertina foi uma das cinco primeiras residentes do Recanto da Compaixão Frei Salvador. O espaço foi aberto há duas semanas, no dia 1º de abril. Ela estava no local devido a dificuldades da família para cuidá-la.

.

Fonte:

GZH




Notícias Relacionadas