Dia de Campo da Cotapel reúne empresas e produtores à procura de tecnologias
AGRICULTURA
1.2K

Dia de Campo da Cotapel reúne empresas e produtores à procura de tecnologias

Evento aconteceu nesta quinta-feira

29/02/2024 15:59
Compartilhar
        


A Tarde de Campo de Cultivares de Soja, Híbridos de Milho e Exposição de Máquinas Agrícolas promovida pela Cotapel reuniu 50 empresas expositoras para oferecer aos associados as principais inovações do segmento agrícola. A atividade, que começou pela manhã com cerimônia de abertura e Assembleia Geral, seguiu à tarde com oficinas promovidas por entidades locais. O evento foi realizado na sede da cooperativa, em Linha Girardi.

Para o presidente da Cotapel, Luiz Fernando Sossela, o encontro é uma oportunidade para o produtor empregar na lavoura as melhores opções disponíveis no mercado. “Estamos sempre pensando no nosso associado, que faça o correto, né? Plante sempre as melhores cultivares. A gente sabe que todo ano tem duas, três novas cultivares. Então, é uma oportunidade para o nosso fornecedor, nosso parceiro, mostrar para o associado o que ele tem disponível. E, para o associado, agregar mais conhecimento, plantar novas tecnologias, sementes novas e, consequentemente, ajuda a cooperativa também. Aumenta a produção. Porque não pode ficar muito para trás, né? Tem que estar sempre acompanhando as novas cultivares, as novas tecnologias, para não ficar parado no tempo”.

Ainda segundo Luiz Fernando, o empenho do produtor em buscar novos conhecimentos e tomar as melhores decisões na hora do cultivo da lavoura tem relação direta com os resultados da propriedade. “Anos atrás, o produtor colhendo 30, 40 sacas por hectare, conseguia tirar toda a despesa e ainda se mantinha. Hoje, com esses patamares de produção, você não consegue se manter na propriedade. Então, é preciso sempre procurar melhores tecnologias para conseguir o máximo de produção. O preço [do produto] não é do nosso controle, mas com certeza a produtividade, os itens que tu vai usar na propriedade, tem a ver com os cuidados do dia-a-dia. Nenhum ano é igual ao outro. Um ano tem estiagem, no outro chuva. Então, o produtor tem que estar sempre atrás de novas tecnologias”.

Além da exposição de empresas ligadas ao agronegócio, como comerciantes de sementes, máquinas agrícolas, combustíveis e instituições financeiras, o evento também contou com oficina de patês e antepastos, promovida pela Emater, oficina do chimarrão e exposição de orquídeas.

Jornalismo Rádio Tapejara




Notícias Relacionadas