12 agosto 2022 | 10h37
Atualizado em 12 agosto 2022 | 10h38
  59
Compartilhar      
Com taxa de vacinação baixa, poliomielite volta a preocupar

A poliomielite foi durante o século 20 uma das doenças infantis mais temidas. Ela pode atacar o sistema nervoso e, em poucas horas, deixar alguém paralisado.

Quando paralisa os músculos do peito, a pessoa não consegue respirar. Assim, o pulmão de ferro semelhante a um sarcófago já foi uma visão comum nas enfermarias de pólio.

Tudo isso parece coisa do passado — e há boas razões para termos essa impressão. A doença quase foi varrida da face da Terra.

No Brasil, o último caso de poliomielite foi observado na cidade de Sousa, na Paraíba, em 1989. A doença é considerada oficialmente eliminada do território nacional há 27 anos, desde 1994.

No entanto, os Estados Unidos registraram neste ano seu primeiro caso de pólio desde 2013, que deixou paralisado um jovem adulto não vacinado.

Em Londres, cerca de 1 milhão de crianças receberão uma dose extra da vacina contra a poliomielite, após a descoberta de poliovírus no esgoto da capital britânica.

No Brasil, a taxa de imunizados contra a pólio caiu consideravelmente de 2015 para cá.

Desde que foram desenvolvidas, no início da década de 1950, as vacinas contra a pólio mudaram completamente a trajetória da doença.

Sem elas, 20 milhões de pessoas que hoje podem andar estariam paralisadas, estima a OMS (Organização Mundial da Saúde).

A doença passou de um fenômeno global na década de 1980, para um problema restrito a apenas alguns países. E isso inclui o notável triunfo de a África ter sido declarada livre da pólio em 2020.

Embora o Afeganistão e o Paquistão sejam os únicos países onde a poliomielite ainda é considerada endêmica, a doença continua sendo uma ameaça para o resto do mundo.

Isso porque, primeiramente, a circulação da doença nesses dois países pode originar surtos em outros lugares.

O primeiro caso de pólio selvagem na África em mais de cinco anos foi relatado em uma menina de 3 anos no Malawi.

Foi a mesma variante encontrada no Paquistão — embora ninguém tenha certeza de como ela viajou de um país a outro.

Em fevereiro, o Malawi declarou um surto de poliomielite selvagem.

.

Fonte:

G1

Copyright 2017 © Todos os direitos reservados - Rádio Tapejara FM 101.5. contato@radiotapejara.com.br
57.197.672 de acessos desde 2009