30 junho 2022 | 12h32
Atualizado em 30 junho 2022 | 12h52
  198
Compartilhar      
Lagoa Vermelha busca adesão ao SISBI
Município está adequando indústrias à legislação

A Administração de Lagoa Vermelha, por meio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, promoveu uma reunião para tratar das normas que o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) requer para que as agroindústrias de produtos de origem animal façam parte do Sistema Brasileiro de Produtores de Origem Animal (SISBI).

Participaram da reunião representantes do Consórcio Intermunicipal da Região Nordeste (Cirenor), o prefeito em exercício Eder Piardi, o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Dalvan Costa, o secretário da Administração, Indenir Deggerone, a coordenadora do Serviço de Inspeção Municipal (SIM), Lauren Sberse, a bióloga e licenciadora ambiental Anaqueli Tieppo Durigon, juntamente com empresários rurais de agroindústrias de produtos de origem animal do município.

Dentre os diferentes assuntos abordados, foram esclarecidos pontos acerca do atendimento à legislação federal, sobre a responsabilidade técnica e análises laboratoriais. Ainda em agosto de 2021, a equipe da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente participou de uma capacitação sobre o SISBI, com o objetivo de conhecer os caminhos para incluir o município do Sistema.

A coordenadora do SIM, Lauren Sberse, explica que há possibilidade de o município aderir ao SISBI através do consórcio Cirenor, mas, que para isso é preciso que as agroindústrias estejam adequadas à legislação. “Estamos trabalhando para incentivar e esclarecer nossos produtores sobre as normativas necessárias”, salientou.

Com a adesão ao SISBI, os produtos de origem animal fabricados em Lagoa Vermelha poderão ser comercializados em todo território nacional.

Fonte: Prefeitura de Lagoa Vermelha

Copyright 2017 © Todos os direitos reservados - Rádio Tapejara FM 101.5. contato@radiotapejara.com.br
57.197.930 de acessos desde 2009