24 junho 2022 | 08h22
Atualizado em 24 junho 2022 | 11h33
  5.5K
Compartilhar      
Homem de Vila Lângaro perde a vida em incêndio no Cetrat de Carazinho

Um incêndio de grandes proporções atingiu o Centro de Tratamento e Apoio a Dependentes Químicos de Carazinho, CETRAT. O espaço fica localizado na Rua Claudio dos Santos, no bairro Vila Rica, nos fundos da secretaria de Obras do município.

O fogo, por motivos ainda desconhecidos, começou por volta das 23h desta quinta-feira (23) em um dos quartos da edificação, se alastrou para áreas comuns, mas não atingiu completamente o imóvel. Há grades nas janelas de alguns pontos do imóvel. As chamas foram controladas apenas na madrugada de sexta-feira pelas guarnições do Corpo de Bombeiros Militar, que utilizaram todo o seu efetivo.

Conforme a polícia e os bombeiros, 15 pessoas pernoitavam no local. O CETRAT funciona em regime de internato. Está já é considerada a maior tragédia do município diante do grande número de vítimas fatais. Dez faleceram no local e uma durante atendimento médico no Hospital de Caridade de Carazinho. Um homem de 31 anos está em estado grave e aguarda transferência para um hospital especializado. Em observação está um rapaz de 25 anos, que não sofreu queimaduras, mas está com escoriações. Outras duas pessoas não se feriram. Um dos sobreviventes prestou depoimento à Polícia Civil.

A perícia compareceu no local assim como Brigada Militar, Defesa Civil, entre outros órgãos de segurança pública. O prefeito Milton Schmitz também esteve no local e colocou a administração municipal a disposição na assistência aos familiares.

Na manhã desta sexta-feira foi liberada a lista de pessoas que perderam a vida no incêndio:

- Deive da Silva, 46 anos, de Santa Cruz do Sul

- Avelino Timm (Campos Borges)

- Adair José Lângaro Nascimento (Vila Lângaro)

- Cesar Dutra de Andrade (Espumoso)

- Gilberto Almeida de Oliveira

- Luciano Serafim Lemos (Carazinho)

- Gilberto Soares dos Santos (Não-Me-Toque)

- Luiz Eduardo Ribeiro (Santa Cruz)

- Oscar Duranti (Constantina)

- Sebastião dos Santos (Alto Alegre)

- Idemar dos Reis (Carazinho).

O CRAS Ouro Preto está prestando o amparo às famílias com atendimentos psicológicos. Os corpos passarão por perícia no Instituto Geral de Perícias.

Fonte Diário da manhã / Rádio Gazeta carazinho

Copyright 2017 © Todos os direitos reservados - Rádio Tapejara FM 101.5. contato@radiotapejara.com.br
57.197.982 de acessos desde 2009