19 abril 2021 | 06h00
Atualizado em 19 abril 2021 | 06h00
  273
Compartilhar      
Dia 16 de abril foi celebrado o DIA MUNDIAL DA VOZ
Fonoaudióloga de Tapejara fala sobre o tema

O Dia Mundial da Voz é celebrado internacionalmente, data em que a Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia e o Sistema de Conselhos de Fonoaudiologia aproveitam para promover a Campanha Amigos da Voz, que em 2021 completa a sua decima sexta edição com o tema “Sua Voz Diz Muito Sobre Você”.

A campanha chama a atenção para relação de identidade e voz no contexto social e disfunções que podem indicar problemas de saúde.

Neste ano, a Campanha Amigos da Voz quer chamar a atenção das pessoas para a identidade vocal. A voz de cada um de nós diz muito sobre nossa personalidade e nossa história, ela impacta nossos relacionamentos e pode, inclusive, colaborar para o sucesso profissional. É importante lembrar que alterações vocais podem sinalizar a presença de doenças neurológicas, (como por exemplo a Doença de Parkinson), refluxo gastroesofágico ou até mesmo câncer de laringe, o que também afeta a questão da identidade vocal. Por isso, é importante estarmos atentos e conscientes das características de nossa voz.

Alguns sinais de alerta a serem investigados por um profissional, estão: rouquidão, ardência, falhas e cansaço para falar por mais de 15 dias, e sem motivo aparente, como infecções de garganta, esforço ao falar em situações de apresentação e afins.

A campanha de 2021 também reforça a importância dos cuidados com a voz em tempos de pandemia pela covid-19. As pessoas têm feito mais esforço para falar por causa do uso das máscaras, que abafam a voz e dificultam a articulação. Além disso, novas demandas vocais e posturais surgiram com o excesso do universo on-line (das aulas, palestras, reuniões, treinamentos), o que exigiu uma reorganização da integração voz e corpo para corresponder aos desafios do novo momento.

Outro público diretamente impactado envolve as pessoas que foram infectadas pelo novo coronavírus e que evoluíram com intubação ou sequelas neurológicas, necessitando de reabilitação vocal. Há um estudo que apresenta a prevalência e a gravidade da lesão laríngea proporcional ao tempo que o paciente precisou ficar intubado, resultando em risco de disfonia – voz rouca (76%) e disfagia – dificuldade na deglutição (49%) após a extubação.

O que podemos fazer para Ser amigo da Voz, algumas dicas...

• Articule bem as palavras, sem realizar esforço vocal;

• Mantenha uma boa postura corporal ao falar ou cantar;

• Beba água em temperatura ambiente com frequência para manter a hidratação das estruturas vocais;

• Tenha uma alimentação saudável rica em frutas e proteínas;

• Use roupas confortáveis que permitam uma boa movimentação de abdômen, tórax e pescoço;

• Procure reduzir a quantidade de fala durante quadros gripais, crises alérgicas e período pré-menstrual;

• Evite falar por longos períodos, principalmente em ambientes ruidosos;

• Evite pigarrear, gritar e dar gargalhadas exageradas;

• Evite ingerir leite e derivados, bebidas gasosas e chocolate antes de utilizar a voz de forma contínua;

• Evite ingerir álcool em excesso, bem como outras drogas;

• Em situações de comunicação no ambiente on-line procure manter seu rosto bem iluminado, posicione-se no centro da câmera e faça pequenas pausas para alongamentos corporais e relaxamento;

• Esteja atento aos primeiros sintomas de alteração vocal como cansaço, ardencia ou dor ao falar, falhas na voz, mudança de tom, pigarro e rouquidão.

No caso de problemas vocais, persistir por mais de 15 dias procure um fonoaudiólogo.

VOZ É SAÚDE ... SEJA AMIGO DA SUA VOZ!

.

Stela Mazzutti

Fonoaudióloga / CRFa 7 – 9258

Clínica Clinivita

Copyright 2017 © Todos os direitos reservados - Rádio Tapejara FM 101.5. contato@radiotapejara.com.br
54.471.095 de acessos desde 2009