55° Campeonato Aberto de Verão de Futsal reuniu 54 equipes em mais de três meses de competição
ESPORTES
924

55° Campeonato Aberto de Verão de Futsal reuniu 54 equipes em mais de três meses de competição

Competição é uma das mais antigas do estado

Por José Augusto Pirolli da Silva
17/04/2024 18:57
Atualizado: 17/04/2024 22:29
Compartilhar
        


Uma das principais competições do futsal regional acontece durante o verão em Tapejara, trata-se do campeonato aberto de futsal, times de toda a grande região participam nas categorias, feminina, veterana masculina e masculina força livre. Além do grande número de inscritos, o campeonato também marca a história do esporte gaúcho, sendo um dos mais antigos de todo o estado.

A edição desta temporada teve início no dia 12 de janeiro, as finais foram realizadas no último domingo, dia 14 de abril totalizando 156 partidas entre fase de grupos, eliminatórias e finais. 34 Equipes participaram da categoria masculina livre, dez times na categoria feminina e nove na categoria masculina veterana, somando mais de 900 atletas participantes.

O formato da fase classificatória foi no estilo tradicional por chaveamento, onde, a categoria feminina foi dividida em duas chaves com cinco times, quatro equipes de cada chave avançaram para a fase de quartas de final, na categoria veterana o formato foi semelhante, porém com uma equipe à menos na totalidade, dividida em duas chaves, uma com cinco equipes e outra com quatro, a categoria que reúne os jogadores mais experientes da região também passava pela fase de quartas de final após a fase de grupos. Já na categoria masculina livre, devido ao alto número de equipes inscritas, 34 no total, o formato da fase classificatória foi definido em seis chaves, com os quatro primeiros colocados se classificando para as oitavas de final. Os eliminados nas oitavas formaram a série B, que deixou a competição com ainda mais emoção e competitividade.

As finais.

Na categoria veterana masculina a decisão foi entre Galaxy Triesse Engenharia e Metalúrgica Guiana. Os galácticos do bairro Nazaré levaram a melhor e levantaram a taça ao vencer pelo placar de 4x1. O Jogo em si foi bastante parelho na maioria do tempo, a equipe da Metalúrgica Guiana utilizou o goleiro Lipão com frequência como mais um atleta de linha, visto que o arqueiro tem qualidade ao jogar com os pés, o Galaxy buscou estudar o adversário e foi oportunista em lances cruciais da partida, com gol de Fabinho Sasset os campeões abriram o placar, o empate veio dos pés de Sananduva, dez da Guiana. O primeiro tempo ficou assim, 1x1 no placar, no segundo tempo o Galaxy se mostrou mais atento e com gols de Betinho e Borba, passou novamente à frente do placar, 3x1. Ao final da partida ao utilizar Paulinho como goleiro linha e partir de vez para o ataque, a Metalúrgica Guiana cedeu espaços, assim em um contra-ataque, o Galaxy chegou ao quarto gol da partida com Pisca definindo assim o placar final da decisão.

Galaxy 4 x 1 Metalúrgica Guiana;

Craque do jogo Aliance Ótica e Joalheria: Borba, 02 do Galaxy;

A final da categoria feminia foi entre APF e Associação Nacional Esportiva de Futsal. Uma partida em que as equipes foram mais cautelosas, buscando estudar as ações do adversário APF e ANEF protagonizaram uma partida voltada a parte técnica e estratégica na noite de decisões, faltando sete minutos para o final da primeira etapa, Aline marcou o gol que deixou a APF à frente do marcador após uma boa jogada com Wanessinha. No segundo tempo a partida seguiu sem grandes ações ofensivas de ambas as equipes, porém, as emoções foram guardadas para os últimos 25 segundos finais da partida, Mari da ANEF marcou o gol de empate para a equipe erechinense. A partir do empate e com o final da partida a confiança mudou de lado, a APF parecia incrédula com o resultado e a ANEF cresceu no momento certo, a decisão por pênaltis. A goleira Lilian defendeu a cobrança efetuada por Aline, Aline Antunes chutou fora enquanto a ANEF marcou os gols nas quatro cobranças, sem necessidade da quinta batida.

Associação Nacional Esportiva de Futsal 1 (4) x (2) 1 APF;

Craque do Jogo Aliance Ótica e Joalheria: Raíssa, 19 da ANEF;

A decisão da série B foi entre Gaviões F.C. e MST / Lótus. Com boa atuação dos goleiros e em uma partida bastante disputada fisicamente quem levou a melhor foram o Gaviões, faltando cinco minutos para o fim do primeiro tempo, Rafael da equipe do MST / Lótus abafou a bola com a mão dentro da própria área, pênalti para o Gaviões, Wiliam foi para a cobrança e bateu forte sem chance para o goleiro Canali. Placar final do primeiro tempo 1 x 0 para o Gaviões F.C. Novamente no final, desta vez do segundo tempo, Lisboa dominou bonito no peito após lançamento aéreo e chutou forte para a meta de Canali que novamente não conseguiu evitar o gol, 2 x 0. Após confusão na área do Gaviões, que inclusive gerou muita reclamação por parte do MST / Lótus que alegava que a bola teria batido na mão de um dos adversários, Basso chutou alto para a meta sem goleiro do MST coroando o título para sua equipe. Com menos de um minuto, o MST / Lótus teve cobrança de pênalti a seu favor, Jeison foi para bola e converteu, porém, a partida estava próxima do fim e assim seguiu até o apito final.

Gaviões F.C. 3 x 1 MST / Lótus;

Craque do Jogo Aliance Ótica e Joalheria: Jeronimo, 19 do Gaviões F.C.

A partida mais esperada da noite sem dúvida era a final entre MST / Corpo Sólido Welness e Amigos do Mauri / Super Central (atuais campeões). A partida foi muito disputada dentro e fora da quadra, marcada por diversas discussões e protestos das equipes em relação a arbitragem, porém os juízes mantiveram o controle da situação e tiveram atuação exemplar na condução do jogo e também das atitudes paralelas aos lances de bola rolando. O Amigos do Mauri saiu na frente com Marcio, que chutou forte e rasteiro no canto direito do goleiro Marcos. Faltando dez minutos para o fim da partida, Bigode camisa dez do MST, marcou o gol de empate depois de rápida jogada e boa troca de passes com seus companheiros. O primeiro tempo acabou empatado. Na segunda etapa, Muriel colocou o ADM novamente na frente do placar após troca de passes, o MST chegou ao empate com o craque Bigode após jogada ensaiada em cobrança de falta, rapidamente Jefinho marcou o gol da virada para o MST. O Amigos do Mauri passou a utilizar goleiro linha, Bigode foi mais rápido após falha de ataque e roubou a bola conduzindo com tranquilidade até o gol do adversário, 4 x 2. Nos últimos segundos os campeões aumentaram a vantagem para 5x2 com gol de Leonardo.

MST / Corpo Sólido Welness 5 x 2 Amigos do Mauri / Super Central;

Craque do Jogo Aliance Ótica e Joalheria: Bigode, 10 do MST;

Ao final das partidas foi realizada a cerimônia de encerramento e entrega das premiações com a presença do Prefeito Evanir Wolf, Vice Rodinei Bruel e vereadores. Destaque para a festa com muita comemoração das equipes e torcidas campeãs.

Apoiam nossas transmissões:

*Sbeghen Pneus - quando o assunto é pneu a gente entende;

*Agrodanieli – Safra mais Agrodaniele, é tempo de colher o melhor negócio;

*Coasa - Cooperar para desenvolver;

*Nervo Mineração e Logística e tecnologia em concreto em Água Santa;

*Compacta Negócios Imobiliários - Atua no ramo imobiliário na região de Tapejara;

*Alliance Ótica e Joalheria – Do Moacir e Niki Gasparin, que ao final de cada partida coroa o craque do jogo com o tradicional troféu Aliance Ótica e Joalheria;

*Dalligna Construtora e Incorporadora – Uma marca ligada a construção civil há mais de 50 anos em Tapejara que agora trabalha no Elleven Residence;

*Impacto Rodas e Suspensões – Mecânica em geral – Rua Ricardo Baseggio, loteamento Bianchini em Tapejara. Fone (54) 3344-3052;

*Simonetto Alimentos – Orgulho de ser tapejarense;

*Rede da Construção Tapejara – A melhor loja de acabamentos,

desde o básico ao mais sofisticado, para atender as necessidades da sua obra;

*Sicredi – escolha o Sicredi, aqui o seu dinheiro rende um mundo melhor;

* Oral Unic Implantes – Viva de frente, celebre a vida! Fone 999251600, no centro em Tapejara;

Apoio especial

*Prefeitura Municipal de Tapejara – Juntos somos maiores que qualquer desafio;

Jornalismo Esportivo Rádio Tapejara.




Notícias Relacionadas