21 fevereiro 2021 | 10h46
  430
Compartilhar      
Mãe de Ronaldinho Gaúcho, morre vítima de Covid-19, aos 71 anos

A mãe de Ronaldinho Gaúcho, Miguelina Elói Assis dos Santos, morreu neste sábado, vítima de Covid-19. Ela tinha 71 anos e estava internada desde 21 de dezembro por conta da doença, no Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre. Nas redes sociais, o ex-jogador de futebol trocou as fotos de perfil por uma imagem toda preta, sugerindo luto.

A ação emocionou Ronaldinho e foi citada algumas vezes por ele em declarações públicas. No ano seguinte, o craque revelou que sua mãe havia superado o câncer. E antes do primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro, contra o Cruzeiro, ela entrou no gramado do Independência ao lado do filho e trajada com a camisa do clube, sendo saudada pelos torcedores.

Foi justamente por esse serviço que Ronaldinho divulgou a internação da mãe. "Queridos amigos, minha mãe está com covid-19 e estamos na luta para que ela se recupere logo. Ela está no centro de tratamento intensivo, recebendo todos os cuidados. Agradeço desde já as orações, as energias positivas e o carinho de sempre. Força mãe", compartilhou em dezembro.

Dona Miguelina passou por um grave problema de saúde quando o filho defendia o Clube Atlético Mineiro, mas conseguiu superá-lo. Em 2012, ela tratava um câncer e recebeu a solidariedade dos torcedores do clube em um banner com uma mensagem de apoio e fé, que contava com uma foto dela ao lado de Ronaldinho e que foi lançada ao céu, através de balões.

A família atleticana está de luto e compartilha com seu ídolo o momento de dor. Que Deus a receba de braços abertos e conforte o coração do nosso eterno craque. Descanse em paz, Dona Miguelina", publicou.

Correio do Povo AUOnline

Copyright 2017 © Todos os direitos reservados - Rádio Tapejara FM 101.5. contato@radiotapejara.com.br
53.993.180 de acessos desde 2009