11 fevereiro 2021 | 08h35
  3.4K
Compartilhar      
Parto raro, chamado empelicado, é realizado em Içara, no Sul de SC

Um parto raro, chamado empelicado, foi realizado na segunda-feira (8) no Hospital São Donato de Içara, no Sul de SC. Durante o nascimento de gêmeos, um dos bebês ficou envolto pela placenta e com todo o líquido amniótico preservado. Esse tipo de parto acontece, em média, uma vez a cada 80 mil nascimentos.

Durantes os nove meses de gestação, o bebê fica envolto na fina camada da placenta. Na maioria dos casos, o saco amniótico, conhecido como bolsa, se rompe durante o trabalho de parto, mas, em algumas situações raras, isso não acontece. Foi o caso de um dos filhos de Sabrina Euzébio de Oliveira.

Às 8h55, uma das bolsas rompeu com Caio, que nasceu com 2,7kg e 49cm. Quatro minutos depois, a mãe deu à luz ao segundo filho, Kadu, de 2,9kg e 48cm, que estava completamente envolto na placenta.

— Quando Caio nasceu ficamos muito emocionados, mas a gente sabia que vinha outro ainda pela frente. Então aconteceu o que a gente não esperava que era ver ele nascer dentro da bolsa, ali a gente viu como fica o bebê dentro da da barriga da mãe, foi muito emocionante — relatou o pai dos gêmeos, Jones Alves Bauer.

Sabrina relatou que a gestação foi tranquila, assim como o parto, uma cesárea realizada com 38 semanas de gestação. A mãe conta que "não tinha ideia que isso podia acontecer", por esse motivo, ela diz que o parto "foi ainda mais especial".

Fonte:

NSCTotal

Copyright 2017 © Todos os direitos reservados - Rádio Tapejara FM 101.5. contato@radiotapejara.com.br
53.993.242 de acessos desde 2009