07 julho 2020 | 15h15
Atualizado em 07 julho 2020 | 15h16
  509
Compartilhar      
Vendas inesperadas garantem ajuda nos cofres de Grêmio e Inter
Valores podem auxilias nas finanças da dupla Gre-Nal

O período de pandemia do coronavírus está afetando muitos setores da economia e no futebol não é diferente. Perdas de receitas como bilheteria, venda das lojas físicas, patrocínios e muitas vezes, queda na arrecadação de mensalidades de sócios, acabam fazendo os clubes a quebrar a cabeça para tentar equilibrar as contas.

Na dupla Gre-Nal, até dias atrás, o discurso era de desequilíbrio financeiro, porém, nessa semana, os clubes receberam boas notícias que podem auxiliar as finanças.

Grêmio

Pelo lado tricolor, o clube poderá receber cifras milionárias, e não será pela venda de jogadores como Everton e Matheus Henrique, que estão sendo cogitados no mercado europeu.

A primeira boa notícia trata-se do volante Arthur que se transferiu do Barcelona para a Juventus na próxima temporada. A negociação envolve 72 milhões de euros e renderá R$ 15,48 milhões ao Grêmio. A segunda, é o ex-atacante tricolor Dudu, que está prestes a trocar o Palmeiras pelo Al Duhail, do Catar. A negociação gira em torno de 13 milhões de euros, o que equivale a cerca de R$ 77,6 milhões. O Grêmio poderá faturar R$ 400 mil através do mecanismo de solidariedade da Fifa.

Alex Telles, do Porto, teve proposta de 20 milhões de euros do PSG para trocar Portugal pela França. Com os 0,5% a que tem direito, o Grêmio ficaria com cerca de R$ 600 mil. E Tetê, que está no Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, pode ser negociado em breve. Milan e Roma fizeram consultas pelo jogador. Caso haja transferência, o Grêmio tem direito a 17% do valor — o clube detém 15% dos direitos e 2% no mecanismo de solidariedade.

Inter

Por conta das negociações envolvendo o lateral Erik e os atacantes Guilherme Parede e Gustagol, o Inter receberá até o final do mês cerca de R$ 7,7 milhões.

A soma mais significativa é da venda do lateral-esquerdo Erik para o Al-Ain-EAU, por US$ 750 mil (R$ 4 milhões). Na transação, o clube colorado ainda preservará 50% dos direitos econômicos do jogador para lucrar em uma futura negociação.

O atacante Gustavo, o Gustagol, já está na Coreia do Sul, onde defenderá o Jeonbuk Motors. O clube coreano, porém, só depositará o valor da compra quando o atleta fizer os exames médicos, o que só ocorrerá em uma semana, por conta da quarentena que o centroavante precisa cumprir. Os colorados receberão cerca de R$ 2,4 milhões.

O Inter espera receber ainda do Talleres-ARG no mês de julho o pagamento de R$ 1,3 milhões por conta da venda do atacante Guilherme Parede. Ainda que não tivesse mais o vínculo do atleta, o clube era detentor de 25% dos seus direitos econômicos quando ele foi negociado pelo Coritiba, em janeiro.

Equipe Esportiva Rádio Tapejara / Gaúcha ZH

Copyright 2017 © Todos os direitos reservados - Rádio Tapejara FM 101.5. contato@radiotapejara.com.br
52.441.550 de acessos desde 2009