07 novembro 2019 | 22h37
Atualizado em 08 novembro 2019 | 09h02
  646
Compartilhar      
Líder e promotor da Unick Forex leva três tiros e morre no Paraná
Vítima promovia diversas empresas acusadas de golpes

Um líder que fazia rede na Unick Forex e posteriormente na A2 Trader, outra pirâmide financeira, foi assassinado a tiros nesta terça-feira (5), em Curitiba, no Paraná. Segundo as informações João Batista da Silva, 42 anos, foi morto dentro do carro na tarde desta terça-feira (5), em Curitiba.

De acordo com o jornal Tribuna do Paraná, o suposto líder de pirâmides foi atingido por três tiros enquanto dirigia seu carro, um HB20, no bairro Campo de Santana e os disparos partiram de um Citroen C4.

O delegado Thiago Nóbrega, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), informou que a vítima estaria envolvida com a divulgação de piramides financeiras.

“É um pouco cedo para traçarmos uma linha de investigação, mas pelo que colhemos com os parentes, ele é natural de São Paulo, tinha esposa e dois filhos e trabalhava atualmente com criptomoedas, que estavam rendendo dinheiro a ele”, afirmou.

Esse caso serve também de alerta para os que entram em pirâmides querendo formar redes. Caso a pirâmide caia, investidores desesperados vão mirar nos líderes e não nos donos do esquema, declarou o delegado.

Em seu canal do Youtube, o Crypto Febre, é possível ver vídeos onde a vítima promovia diversas empresas que oferecem rentabilidade suspeita no mercado. Empresas que deixaram de pagar seus investidores, como a Unick Forex eram promovidas em seus vídeos.

Silva tinha quase 9 mil seguidores na internet. A sua página no Facebook tem na capa uma imagem da Unick.

Tribuna do Paraná

Copyright 2017 © Todos os direitos reservados - Rádio Tapejara FM 101.5. contato@radiotapejara.com.br
50.303.155 de acessos desde 2009