06 outubro 2019 | 20h04
Atualizado em 06 outubro 2019 | 20h10
  6.2K
Compartilhar      
Tapejara conhece seus Conselheiros Tutelares
1164 eleitores votaram no pleito deste domingo

A população de Tapejara escolheu, neste domingo (6), os conselheiros tutelares para o período de 2020 a 2023. Foram eleitos cinco conselheiros titulares e quatro suplentes que irão tomar posse no dia 10 de janeiro de 2020.

1.164 eleitores compareceram nas urnas dispostas nas escolas municipais Leonel de Moura Brizola e Marieli Andreola, na sede dos Bombeiros Voluntários e no salão da comunidade do Bairro São Paulo.

O escrutínio foi realizado no Centro Cultural José Maria Vigo da Silveira, iniciando às 16h30 com a presença dos membros do Comdicat, funcionários da Secretaria de Assistência Social e da Promotoria Pública, representada pelo doutor Marcio Schenato. O último voto foi apurado às 18h20 e os candidatos que aguardaram o resultado, acompanhando as parciais do lado de fora do centro cultural, foram convidados a entrar e acompanhar o resultado final.

O presidente do Comdicat César Ricardo Brandão parabenizou todos os candidatos por colocarem seus nomes à disposição dos direitos das crianças e adolescentes e divulgou o nome dos eleitos.

O conselheiro mais votado foi Cristian Posser com 582 votos, Silvana Zotti recebeu 448 votos, Rosangela de Figueiredo somou 393 votos, Itamar dos Santos foi eleito com 338 votos e Leda Caumo foi a quinta conselheira eleita com 280 votos. Os candidatos Márcia Mesavila, Roberto Stein, Patrícia Stefini e Helena de Linhares ficaram na suplência.

O Promotor Marcio Schenato elogiou a coragem de todos que colocaram seus nomes à disposição e considerou muito baixo o número de eleitores que foram as urnas, menos de 10% dos leitores aptos. “É uma vergonha o cidadão não sair de casa para votar. A população sai de casa para cobrar do poder público, cobrar do Conselho Tutelar, mas não sai de casa para votar”, frisou o Promotor.

Schenato desejou sucesso aos conselheiros, que terão uma tarefa árdua pela frente. Direito à educação, abusos sexuais, violência e problemas familiares são atendidos pelos conselheiros. Segundo o Promotor de Justiça, hoje Tapejara apresenta de 2 a 3 casos de violência sexual por semana, que são investigados pela Delegacia de Polícia.

Jornalismo Rádio Tapejara

Copyright 2017 © Todos os direitos reservados - Rádio Tapejara FM 101.5. contato@radiotapejara.com.br
50.093.547 de acessos desde 2009