15 agosto 2019 | 13h43
Atualizado em 15 agosto 2019 | 14h20
  3.7K
Compartilhar      
Chefe de Escoteiros que alegava câncer para abusar de meninos trabalhou em Sananduva
Em 2017, ele atuou no Grupo Fênix de Escoteiros

A Polícia Civil investiga 18 relatos de abusos cometidos por um chefe de escoteiros em Fontoura Xavier. O acusado, André Carvalho Lacerda, de 52 anos, é apontado por 18 vítimas diferentes em situações de abuso sexual ocorridas ao longo dos últimos anos.

Os relatos surgiram após um grupo de ex-escoteiros se unir para revelar os abusos. Na época, as vítimas eram todas menores de idade e inseridas no grupo Escoteiro Guamirim, de Fontoura Xavier, comandando pelo acusado. Ele fundou o grupo e chegou a comandar 80 escoteiros na cidade.

André atua há 35 anos junto ao movimento de escoteiros no Estado. Chegou a participar, em 2017, da formação do Grupo Fênix de escotismo, em Sananduva.

Os abusos chegaram ao conhecimento das autoridades pela primeira vez em dezembro de 2018, na Delegacia Regional de Soledade, depois de um registro feito por um ex-escoteiro contra André por estupro de vulnerável.

Hoje o acusado é bancário e mora na região metropolitana, onde a polícia fez buscas e apreendeu notebook, HD’s e um revólver. O conteúdo dos equipamentos está sob análise do Instituto Geral de Perícias (IGP).

Conforme a polícia, André alegava aos escoteiros que tinha câncer e precisava do esperma dos garotos para ser curado. A informação foi dita por mais de uma das vítimas. As vítimas destacaram que André manipulou a cidade toda, pois passava a imagem de uma pessoa de destaque e que sempre fazia o bem. Chegou a receber um título de cidadão emérito de Fontoura Xavier e outras homenagens. Levava os escoteiros para passeios no shopping, dava presentes aos mais humildes e criava uma teia para prender as vítimas e ameaçar caso contassem algo. Usava do misticismo, dizia aos adolescentes que tinha poderes que ninguém mais tinha e isso assustava as vítimas.

O inquérito segue tramitando e mais depoimentos e provas estão sendo coletados sob o comando do delegado Marcos Veloso.

Fonte: Rádio Uirapuru

Copyright 2017 © Todos os direitos reservados - Rádio Tapejara FM 101.5. contato@radiotapejara.com.br
49.801.910 de acessos desde 2009