20 julho 2019 | 10h43
  527
Compartilhar      
3º BPChoque da BM terá maior presença em Passo Fundo e região
O batalhão passo-fundense é responsável por 256 municípios

O anúncio da criação de dois novos Batalhões de Polícia de Choque (BPChoque) no Estado, em Caxias do Sul e Pelotas, deve influenciar na atuação do Batalhão de Passo Fundo.

Os dois novos batalhões juntam-se às unidades existentes no município (3ºBPChoque), Porto Alegre (1ºBPChoque), e Santa Maria (2ºBPChoque), o que totalizará cinco. A criação foi anunciada pelo governador Eduardo Leite nesta semana.

Os dois novos batalhões serão formados por policiais antigos que tenham interesse no remanejamento às cidades e também por policiais que se formam no próximo mês.

Estes fazem parte dos dois mil alunos-soldados aprovados no último concurso e que estão no curso de formação.

Cada novo batalhão contará com 110 policiais e deve iniciar atividades também no próximo mês. Conforme o comandante do Comando Regional de Policiamento Ostensivo Planalto (CRPO/Planalto), coronel Ricardo Alex Hofmann, o que levou o Estado a anunciar a criação dos novos batalhões é a formatura desses dois mil novos policiais.

Combate a quadrilhas

Outro ponto que ajudou na iniciativa é a presença do crime organizado em Caxias do Sul e Pelotas. O comandante explica que a estratégia é que a BM tenha tropas especiais, bem treinadas e armadas e em condições de fazer enfrentamento à criminalidade. “A criação de mais dois Batalhões de Choque faz com que tenhamos, ao todo, cinco batalhões no Estado, para ter uma ação estratégica e com policiais mais preparados para esse tipo de enfrentamento. Além disso, com as novas unidades, os Batalhões de Choque estarão presentes em todos os cantos do Estado e haverá uma maior mobilidade dessas equipes especiais”, detalha Hofmann.

Foco na região

De acordo com o comandante do CRPO/Planalto, o batalhão passo-fundense é utilizado em diversas atividades fora da região: ele é, hoje, responsável por 256 municípios do Rio Grande do Sul.

Os policiais são comumente utilizados em grandes eventos em Porto Alegre e também deslocados para ocorrências em outros pontos, como o combate à quadrilha de roubo a banco no interior do Estado.

Hoje, por exemplo, é normal que os policiais de Passo Fundo sejam utilizados no cerco a criminosos que atacaram uma agência bancária na Serra Gaúcha.

Com a criação do batalhão em Caxias do Sul, isso não será necessário. “Com a criação desses dois batalhões, o nosso deixa de atender uma boa parte de municípios e passa a se concentrar mais na nossa região. Nós ganhamos com a maior presença do 3º Batalhão de Polícia de Choque aqui”, explicou o Coronel.

Mais policiais

Além disso, com o ingresso dos dois mil novos soldados na Corporação, o 3º BPChoque deve ganhar reforço no efetivo. “Temos essa expectativa de recompletamento dos efetivos dos batalhões, que a gente receba um número interessante de policiais que serão somados aos que já temos em Passo Fundo”, projetou o Hofmann.

Fonte: Diário da Manhã

Mais lidas
Copyright 2017 © Todos os direitos reservados - Rádio Tapejara FM 101.5. contato@radiotapejara.com.br
50.427.309 de acessos desde 2009