15 maio 2019 | 10h30
  208
Compartilhar      
Conheça e entenda como é a doação por Aférese
Passo Fundo oferece este serviço de Hemoterapia

A doação por Aférese consiste na coleta de um ou mais hemocomponentes, podendo ser plaquetas ou, ainda, hemácias. Equivalente de seis a oito doações tradicionais de sangue, no Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), de Passo Fundo, é realizada pelo Serviço de Hemoterapia. O procedimento consiste na separação dos componentes por meio da centrifugação, retenção de parte das plaquetas e o retorno dos demais componentes do sangue ao doador. O processo todo leva em média 90 minutos.

A diferença da doação por Aférese para a doação de sangue convencional, segundo a Enfermeira da Hemoterapia, Janete Jaqueline Winckler, é que na doação tradicional o doador doa o sangue total, enquanto na doação por Aférese, por ser automatizada e coletada apenas um componente do sangue, doa-se apenas as plaquetas. Janete ainda salienta que a “reposição das plaquetas pelo organismo é rápida e ocorre de 24 a 48h após a doação”.

O sangue possui três componentes: glóbulos brancos, glóbulos vermelhos e as plaquetas, que por sua vez, tem a função de participação do processo de coagulação, dessa forma, são fundamentais para conter sangramentos. “As plaquetas beneficiam muitos pacientes, principalmente aqueles em tratamento de leucemias e outros tipos de câncer, submetidos a transplante de medula óssea, além de, cirurgias cardíacas, vítimas de trauma, entre outros, ” destaca Janete.

Em relação aos requisitos exigidos para a doação por Aférese, Janete explica que são os mesmos para a doação de sangue, “o que diferencia é que, é preciso uma avaliação prévia do doador quanto as condições de acesso venoso necessárias para a realização do procedimento. A correlação peso e altura do doador também deve ser avaliada. E ainda, o doador não deve fazer uso de aspirina, AAS ou anti-inflamatório não hormonais nos três dias que precedem a doação”, esclarece a enfermeira.

Doador de sangue há cinco anos, Alison Costella, revela que há três faz doação de plaquetas. “O pessoal da Hemoterapia me perguntou se eu não queria ser doador de plaquetas, já que atendia as condições exigidas”, relata. Alison ainda conta que sempre foi ciente da relevância de ser doador, pois para ele o sangue é um produto que não pode ser produzido sinteticamente, só por doação. “Sabia da importância do ato e que muita gente precisa e quase sempre está em falta”, avalia.

No HSVP, a doação por Aférese é realizada através de agendamento pelo telefone: (54) 3316-4087. O horário de atendimento do Serviço de Hemoterapia é das 8h às 15h, sem fechar ao meio-dia.

Fonte:

HSVP

Copyright 2017 © Todos os direitos reservados - Rádio Tapejara FM 101.5. contato@radiotapejara.com.br
48.930.165 de acessos desde 2009