12 janeiro 2019 | 13h01
  5.9K
Compartilhar      
Família reconhece corpo encontrado em mala como sendo de mulher desaparecida
A mulher estava desaparecida há cerca de quatro meses

Familiares confirmaram a Polícia Civil que o corpo encontrado esquartejado dentro de uma mala em um terreno baldio no bairro Linho em Erechim é de Vanderleia Rodrigues, de 29 anos. A mulher estava desaparecida há cerca de quatro meses.

Mas, segundo, a polícia somente um exame de DNA poderá confirmar a identidade do cadáver que já estava em avançado estado de decomposição.

Segundo o titular da Delegacia de Polícia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), Gustavo Ceccon, familiares identificaram o corpo através de roupas. “Essa mulher estava desaparecida há cerca de quatro meses, mas a família só registrou a ocorrência há uma semana porque ela costumeiramente saída de casa por longos períodos. Na mala encontramos apenas ossos e roupas que seriam de Vanderleia conforme relatos da família. Porém, a confirmação só será possível através do exame de DNA e do laudo de necropsia”, explica o delegado.

A polícia trabalha agora para elucidar as causas desse crime bárbaro. “Pelo avançado estado de decomposição o crime deve ter acontecido há pelo menos dois meses. Não descartamos que o fato tenha ligação com o tráfico de drogas ou relação com conflitos entre facções criminosas pela disputa de pontos de tráfico em bairros da cidade”, destaca Ceccon.

Fonte: Atmosfera Online

Copyright 2017 © Todos os direitos reservados - Rádio Tapejara FM 101.5. contato@radiotapejara.com.br
47.886.922 de acessos desde 2009