16 abril 2018 | 07h46
  952
Compartilhar      
Sananduvense fica com primeiro ouro da Copa Brasil de Esgrima
Dayane é cadeirante. Competição acontece em Goiânia.

Dayane Perón, sananduvense de 32 anos, foi a primeira atleta a conquistar uma medalha de ouro na 1ª Copa Brasil de Esgrima em Cadeira de Rodas, competição que abre a temporada nacional da modalidade em 2018, no Centro de Excelência, em Goiânia.

Na ultima sexta-feira, 13, no sabre feminino, a esgrimista terminou em primeiro após derrotar Karina Maia, da ADFP, por 15 a 14, em uma virada emocionante.

“Foi muito importante porque, na verdade, jogo com o florete. Estou voltando agora e com a espada. Espero conquistar muitas outras vitórias fazendo o que realmente amo”, comemorou. Em 2014, Dayane parou de treinar e competir na modalidade por causa dos estudos na faculdade de educação física e do trabalho. Em 2017, após aceitar o emprego no Grêmio Náutico União (GNU), clube que defende atualmente, voltou aos treinos durante os intervalos no expediente.

A gaúcha de Sananduva amputou os dois pés após um acidente doméstico quando tinha um ano. Ela puxou um bule e teve queimaduras de terceiro grau. Devido a complicações no tratamento, perdeu também parte do braço direito. Aos 14, leu um folheto sobre oportunidades para pessoas com deficiência e soube que Porto Alegre, capital do estado, seria o lugar que as encontraria. Aos 17, mudou-se para lá e conheceu a esgrima em cadeira de rodas.

“No começo achei que não era pra mim, não era fã de esporte, de suar. Mas quando testei e consegui fazer um ponto, fiquei maravilhada”, relembrou.

Por:

Comitê Paralímpico Brasileiro

Fonte:

A Folha

Copyright 2017 © Todos os direitos reservados - Rádio Tapejara FM 101.5. contato@radiotapejara.com.br
47.617.142 de acessos desde 2009