12 janeiro 2018 | 07h54
  438
Compartilhar      
Emater avalia situação das culturas de verão em Tapejara
A soja apresenta boa produtividade e o milho preocupa

A falta de chuva no Rio Grande do Sul provoca prejuízo na produção de grãos. Conforme a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), o impacto maior foi registrado nas plantações de milho.

Segundo o chefe do escritório da Emater de Tapejara, Jair Batista do Amaral, é notório que quanto mais chuva melhor será o desenvolvimento das culturas de verão. “Está faltando umidade no solo, portanto, um complicador em relação à soja e o milho”, destacou.

Em Tapejara, são cultivados 1.800 hectares de milho, seja para silagem ou grão. O desenvolvimento não é satisfatório estando em fase de floração e enchimento de grãos. “A Emater estima que o prejuízo para a cultura seja de aproximadamente 40% do planejado para a cultura, devido à estiagem”, ressaltou Amaral.

Já a soja, que tem uma área de cultivo aproximada em 15 mil hectares, apresenta um bom desempenho e está em fase de floração. “É precoce falar em perdas na cultura, mas, é sabido se tivermos temperatura bastante alta, nós teremos uma deficiência hídrica na cultura e isso acarretará em perdas”, explicou o chefe do escritório da Emater.

A orientação quanto as doenças e pragas na soja, que os produtores fiquem atentos e façam os tratamentos da maneira adequada, para evitar possíveis perdas. “Quando desenvolve a vagem, a gente precisa ficar de olho, pois, são perdas irreversíveis”, finalizou Amaral.

Jornalismo Rádio Tapejara

Copyright 2017 © Todos os direitos reservados - Rádio Tapejara FM 101.5. contato@radiotapejara.com.br
46.332.058 de acessos desde 2009