11 janeiro 2018 | 18h55
Atualizado em 12 janeiro 2018 | 10h41
  1.2K
Compartilhar      
Jovem que iria depor em Getúlio Vargas foi executado em Estação
O jovem era morador de Estação

Na tarde desta quinta-feira (11), uma emboscada resultou na morte de um jovem que estava internado no CASE de Passo Fundo e era levado para participar de uma audiência no Fórum de Getúlio Vargas. O crime aconteceu na ERS 135, no trevo de acesso à Estação.

De acordo com o relato dos agentes socioeducativos, eles estavam com uma viatura modelo Ford Fiesta trafegando no sentido Passo Fundo/Erechim, quando próximo ao trevo de Estação foram ultrapassados por um GM Astra de cor bordô. Este veículo parou no contorno do trevo de onde desembarcaram três indivíduos armados com pistolas e foram em direção a viatura.

Eles mandaram os agentes desembarcarem e efetuaram vários disparos no jovem.

Após a ação, os bandidos fugiram rumo a Charrua.

Os agentes socioeducativos seguiram em direção ao hospital de Getúlio Vargas, porém a vítima já estava sem vida.

O jovem foi identificado como DEIVID LAFAIEATI CRUZ DA COSTA, 18 anos. Ele havia sido apreendido pela Polícia Civil no dia 14 de dezembro do ano passado por ter cometido um homicídio contra Célio Diego Pompelli de 30 anos que foi morto a facadas no município de Sertão, no dia 18 de novembro de 2017. O jovem era morador de Estação

O carro usado no crime foi encontrado abandonado no município de Floriano Peixoto.

A Polícia Civil investiga o caso.

A Fundação de Atendimento Sócio-Educativo (Fase), responsável pela CASE de Passo Fundo, divulgou uma nota sobre o ocorrido:

Um adolescente interno da unidade da Fase, em Passo Fundo, foi morto na tarde desta quinta-feira (11) durante o deslocamento para uma audiência na 2ª Vara Judicial da Comarca de Getúlio Vargas. Três agentes faziam a custódia do jovem de 18 anos. A ação, que ocorreu na ERS-135, foi efetuada por três homens que estavam em um veículo Astra bordô furtado.

O presidente da Fase, Robson Luis Zinn, lamentou o episódio e ordenou imediata abertura de processo administrativo para apurar as circunstâncias do fato. Zinn destacou que a Fundação assumirá todas as demandas de acolhimento dos servidores, bem como dos familiares do adolescente. A Fase ainda irá se responsabilizar por toda a logística necessária para dar encaminhamento ao funeral do socioeducando.

Rádio Uirapuru

Rádio Uirapuru

Créditos: Lucas Cidade/Rádio Uirapuru

Copyright 2017 © Todos os direitos reservados - Rádio Tapejara FM 101.5. contato@radiotapejara.com.br
45.456.837 de acessos desde 2009