15 abril 2017 | 16h18
Atualizado em 15 abril 2017 | 17h17
  10.4K
Compartilhar      
Ibiaçaense que caiu de poste recebeu alta na última quinta-feira
Jovem estava internado desde 27 de março em Passo Fundo

O jovem ibiaçaense de 27 anos que despencou de uma altura aproximada de 3,5 metros vai poder passar a Páscoa em casa. Prestador de serviços para a empresa ZeP Telecom, de Ibiaçá, Helton Tumelero recebeu alta na última quinta-feira (13) do Hospital da Cidade, em Passo Fundo, onde permaneceu internado desde o dia 27 de março.

No momento da queda, Tumelero estava fazendo a instalação de fios de internet em um poste, quando encostou acidentalmente em um transformador de energia de alta tensão. Com a descarga elétrica, o jovem foi arremessado da escada onde estava e bateu com a cabeça no calçamento da via. Devido ao impacto da queda, Helton teve traumatismo craniano e, após atendimento e exames nos hospitais de Ibiaçá e Tapejara, foi encaminhado na mesma noite ao Hospital da Cidade, em Passo Fundo.

Em virtude do inchaço dos coágulos sanguíneos formados no cérebro, Helton foi submetido a uma cirurgia no dia seguinte, mas os médicos informaram à família que o estado de saúde era gravíssimo e as chances de resistir eram remotas.

Após permanecer mais de 30 horas em coma induzido, o jovem começou a apresentar os primeiros sinais de recuperação. Para o irmão, Paulo Sérgio Tumelero, o rapaz sobreviveu graças a um milagre. “Quando o médico diz que não há o que fazer e que temos que estar preparados para o pior, então a gente vai se apegar a Deus. Não tem alternativa! E nós fomos em busca de um milagre. Fizemos um pedido de oração nas redes sociais, para que as pessoas pedissem a Deus que, se fosse da vontade Dele, que o Helton continuasse a viver. E, caso contrário, é Deus quem manda. A gente não tem domínio sobre a vida, quem tem é Deus. Mas todos se uniram em oração, o povo evangélico, o povo católico, e graças a Deus tivemos um milagre. Porque, segundo o médico, foi milagre mesmo”.

Ainda não há prazo para o retorno das atividades normais. Dentro de cinco meses, os médicos devem fazer novos exames para avaliar a possibilidade de reposição de parte do crânio.

“Em nome da família a gente agradece a todo o povo católico da cidade, o povo evangélico. O pessoal da Igreja Batista, da Igreja Assembleia de Deus à qual eu pertenço. Todos estiveram unidos em um só objetivo”, destacou o irmão.

Além de traumatismo craniano, o jovem também sofreu lesão muscular de todos os órgãos devido ao choque elétrico. Ele está fazendo tratamento e em fase de recuperação.

Belchyor Teston - Correspondente em Ibiaçá

Copyright 2017 © Todos os direitos reservados - Rádio Tapejara FM 101.5. contato@radiotapejara.com.br
44.819.990 de acessos desde 2009