07 maro 2017 | 07h54
  551
Compartilhar      
RS é o 2º em pagamento de pensões a ex-governadores

O Rio Grande do Sul é o segundo Estado do país que mais gasta com pagamento de pensões a ex-governadores e dependentes deles. Segundo levantamento são R$ 335.182 por mês para oito ex-governadores e três dependentes. Em primeiro lugar, aparece o Maranhão com R$ 365.653. Somando todos os Estados, a conta anual chega a quase R$ 36 milhões.

Já o Estado que menos gasta é o Amazonas: R$ 20.247 a um ex-governador. Os pagamentos são legais, mas tramitam na Justiça várias ações que questionam essas pensões. No mês passado, por exemplo, a Justiça da Bahia suspendeu por liminar o pagamento de pensão vitalícia a ex-governadores.

O levantamento encontrou 16 Estados que pagam esses benefícios.

A reportagem identificou casos em que uma pessoa recebe pensão por mais de um cargo. É o caso do ex-senador e ex-governador Pedro Simon, e do ex-deputado federal e ex-governador Alceu Colares.

Em dezembro de 2015, o governador gaúcho, José Ivo Sartori (PMDB), sancionou o projeto da deputada Ana Ortiz (PPS), que extingue a pensão vitalícia para os próximos governadores do RS, limitando o benefício aos quatro anos posteriores ao fim do mandato.

Copyright 2017 © Todos os direitos reservados - Rádio Tapejara FM 101.5. contato@radiotapejara.com.br
44.498.893 de acessos desde 2009